nav-left cat-right
cat-right

Como abrir uma empresa?

Como abrir uma empresa?

Ser maior de 18 anos e ter espírito empreendedor. É indispensável também identificar uma oportunidade de negócio, planejar-se através de um Plano de Negócios para verificar a sua viabilidade.

Não deixe de verificar se você dispõe de recursos, suficientes para iniciar o negócio e manter o seu padrão de vida até a empresa começar a ser rentável.

Para registro da empresa é preciso seguir o seguinte roteiro:

1. Registro na Junta Comercial ou Cartório (dependendo do ramo de atividade, registra-se em um ou outro órgão)

2. Registro na Receita Federal (para obtenção do CNPJ) Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas.

3. Registro na Receita Estadual para obtenção da Inscrição Estadual (se sua atividade for sujeita ao ICMS, como por exemplo, comércio, transporte ou indústria)

4. Registro na Prefeitura Municipal (incluindo Alvarás de Localização e Alvarás de Licença Sanitários)

Apenas o registro nestes órgãos, porém, pode não ser suficiente. Pode ser que o seu ramo de atividade obrigue o registro em órgãos específicos.

Determinados ramos de atividades dependem, obrigatoriamente, de registro em órgãos de classe.

Podemos mencionar por exemplo, os Pet Shop, que comercializam artigos para animais ou que possuem atendimento veterinário. O órgão de classe que exige seu registro é o CRMV (Conselhor Regional de Medicina Veterinária).

O empreendedor precisa verificar, junto a um contador da sua confiança se a sua futura atividade econômica está sujeita à fiscalização de algum órgão de classe. Abaixo alguns exemplos:

Ramos de Atividade Órgãos de Classe
Farmárcias e Drogarias CRF – Conselho Regional de Farmácia
Representantes Comerciais CORE – Conselho Regional dos Representantes Comerciais
Corretores de Imóveis CRECI – Conselho Regional dos Corretores de Imóveis
Indústrias de Aguardente, Cosméticos, tintas entre outros. Empresas de dedetização CRQ – Conselho Regional de Química
Comercialização de pequenos animais e artigos para uso animal (pet shop) CRMV – Conselho Regional de Medicina Veterinária
Construtoras, Indústrias de artefatos de cimento e atividades correlatas CREA – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia
Escritórios Contábeis CRC – Conselho Regional de Contabilidade
Prestadoras de Serviço em Geral, Turismo CRA – Conselho Regional de Administração
Clínicas Médicas, hospitais e laboratórios CRM – Conselho Regional de Medicina
Clínicas Odontológicas CRO – Conselho Regional de Odontologia
Academias CREFI – Conselho Regional de Educação Física

177 comentários to “Como abrir uma empresa?”

  1. Lucia Helena disse:

    Ola!
    Sou do RJ e gostaria de informação sobre empresa de “locação de automóveis com motorista”. A empresa ja tem cnpj e alvara, mas falta informação sobre qual categoria da placa do veiculo (pode ser placa cinza ou tem que ser vermelha?), qual tipo de contrato tem que fazer com os passageiros (são varias rotas diferentes e curtas que 1 mesmo passageiro faz as vezes no mesmo dia). Tem que ter um contrato para cada rota que fizer? Os valores são passados previamente para o cliente, apos conhecimento e calculo da rota. Que orgãos devo procurar para maiores informações?
    Obrigada

  2. Maria Porto disse:

    meu marido é arquiteto e tem uma empresa de prestação de serviços, da qual tb sou sócia, mas já sem atividade a algum tempo.

    prentendemos montar um hostel e gostaríamos de saber quais os passos e documentos necessários para este empreendimento.

    seria viavel a transformação desta empresa já existente para outro ramo de negócios?

    qual então os passos para a abertura de uma nova empresa para uma nova empreitada?
    obrigada
    Maria Porto

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Maria Porto

      Primeiro é preciso fazer uma consulta na Junta Comercial onde está prestadora de serviços que você já tem, para verificar a possibilidade de inclusão de novos CNAES no CNPJ já existente e depois fazer uma alteração no Contrato Social da empresa contemplando, caso a Junta aprove as novas atividades. Caso isso não seja possível, é preciso fazer a baixa da empresa (se assim decidirem ficar com uma empresa).

      Mais informações sobre abertura de um hostel veja:

      1) http://www.novonegocio.com.br/ideias-de-negocios/como-montar-um-albergue/
      2) http://www.hihostelbrasil.com.br/
      3) http://www.albergues.com.br/sitenovo/regulamento.php

      Outra dica:

      CADASTUR – Cadastro de prestadores de Serviços Turísticos:

      A Lei n.º 11.771/08 criou no âmbito do Ministério do Turismo o CADASTUR – Cadastro de Prestadores de Serviço Turísticos. Este cadastro substituiu a antigo sistema administrado pela EMBRATUR – Instituto Brasileiro de Turismo.

      Conforme os artigos 21 e 22 da mencionada lei, as sociedades empresariais, sociedades simples, os empresários individuais e serviços sociais que prestem serviços turísticos remunerados e que exerçam as atividades remuneradas de meios de hospedagem, entre outras, estão obrigadas a se inscreverem neste cadastro.
      Mesmo os hostels estão sujeitos a essa obrigação, devendo comprovar, para obter esse cadastramento, que possuem licença de funcionamento, expedida pela autoridade competente, para prestação de serviços de hospedagem, conforme determinação contida nos artigos 23 e 24 da mencionada lei. Maiores detalhes sobre o cadastramento pode ser obtidos através do site: http://cadastur.turismo.gov.br/cadastur/SobreCadastur.mtur

      É importante frisar que além de ser uma obrigação legal, a inscrição do estabelecimento no CADASTUR permite ainda às empresas participarem dos programas instituídos pelo Ministério do Turismo, além delas obterem maior visibilidade junto aos consumidores no mundo inteiro através da relação de fornecedores cadastrados naquele site.
      Mas além da obrigação do cadastramento, temos aquelas obrigações criadas pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo próprio Código Civil, que veremos a seguir.
      Código de Defesa do Consumidor e Código Civil:

      Em termo de legislação de defesa do consumidor, vale para os hosteis os princípios do direito do consumidor à ampla informação, o do cumprimento das ofertas anunciadas e por fim o da segurança dos serviços prestados.

      Em virtude do amplo direito à informação tudo o que for oferecido aos consumidores deverá ter seu preço informado ostensivamente, incluindo as diversas modalidades de serviços e produto diferenciados, bem como as condições e os meios de pagamentos aceitos.
      No que se refere à garantia do cumprimento das ofertas, tudo o que for divulgado como material publicitário do hostel, tal como material impresso, site na internet, propaganda na TV ou no rádio, promessa verbal ou escrita feita por seus funcionários ou representantes aos seus futuros hóspedes, deverá ser cumprido a risco, sob pena do consumidor não só poder rescindir o contrato, escrito ou não, mas também de pleitear na justiça, inclusive no Juizado Especial Cível, eventuais perdas e danos que ele tiver sofrido.

      Devemos ainda ressaltar que os empresários que atuem neste segmento são responsáveis pela segurança não só dos hóspedes em suas instalações e também pela segurança de seus pertences (malas, roupas, equipamentos, etc), conforme determina o artigo 649 do Código Civil.

      Assim sendo, cabe ao empresário implementar todas as medidas que entender necessário para a mais perfeita segurança dos seus hóspedes e de suas bagagens durante suas estadias no hostel, uma vez que eles responderão nos casos de perda, furto, roubo ou qualquer outro tipo de dano envolvendo seus hospedes e/ou seus pertences.

      Por fim devo frisar que todos hosteis que porventura contarem com serviços de restaurantes, bares, lanchonetes e/ou serviços similares aos oferecidos por casas noturnas estão obrigados a afixarem na entrada de seus estabelecimentos uma tabela com os preços dos seus produtos e serviços, incluindo ai também a informação sobre a cobrança de gorjetas e de outras taxas tais como o de couvert, conforme determinado no parágrafo 2º do artigo 8º do Decreto n.º 5.093/06.

      Sucesso
      Beco com Saída

  3. Roberta disse:

    Bom dia. Sou designer de interiores e já trabalho na área e tenho meus clientes, agora gostaria de regularizar o meu escritório. O que é necessário para isso? Em que se enquadraria o escritório? Grata.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Roberta

      A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, nesta quarta-feira, 20 de Março, a proposta que regulamenta a profissão de designer (PL 1391/11). De acordo com o projeto, do deputado Penna (PV-SP), o exercício da profissão ficará reservado aos graduados em design ou em áreas afins, como comunicação visual, desenho industrial, programação visual, projeto de produto, design gráfico, design industrial, design de moda e design de produto. Por ser uma profissão regulamentada, o seu escritório não se enquadra no regime de tributação – Simples Nacional, onde paga-se de forma integrada vários impostos em um único formulário. O percentual a ser pago, neste caso depende do faturamento mensal da empresa.

      No seu caso teria que escolher entre: lucro presumido e lucro real (http://www.becocomsaida.blog.br/2012/10/como-escolher-o-melhor-regime-tributario-para-a-sua-futura-empresa/).

      Veja também: http://www.becocomsaida.blog.br/2011/03/quais-os-impostos-basicos-pagos-por-uma-empresa/

      Seria prudente contar com a ajuda e orientação de um profissional contabilista para fazer todo o processo de legalização do seu futuro escritório e ele poderá fazer a contabilidade fiscal depois.

      Sucesso
      Beco com Saída

  4. Ana Clara disse:

    Boa tarde,
    eu e meu namorado trabalhamos por no ramo de eventos, na parte de sonorização. Gostariamos de saber como fazemos para possuir um registro de autonomo para emitir notas fiscais e se podemos realizar o cadastro no MEI?

  5. Daniel disse:

    Bom dia, sou fisioterapeuta e tenho um stúdio de Pilates, gostaria de saber os trâmites burocráticos para torná-lo uma microempresa. Desde já o meu muito obrigado

  6. Sou farmacêutica e queria abrir uma farmácia estética. Como proceder?

  7. Ronald disse:

    Gostaria de saber qual o órgão de classe da área de Tecnologia da Informação.

  8. rosana ribeiro da silva monteiro disse:

    Fui informada a procurar informações através do sebrae para melhor orientações. Sou dentista e estou atendendo várias firmas pelo plano odontovida e tenho duas dentistas mim ajudando atender pelo plano.Gostaria de saber se posso fazer do consultório dentário uma microempresa e não uma clínica. Adquirindo um CNPJ através do MEI.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Rosana Ribeiro da Silva Monteiro

      Sim, você pode abrir uma empresa, mas não poderá ser pelo MEI (http://www.portaldoempreendedor.gov.br/modulos/entenda/quem.php) pois a sua profissão é regulamentada e não faz parte do Simples Nacional (Regime tributário). Você vai precisar escolher entre os regimes: lucro presumido ou lucro real para formalizar a sua empresa. É recomendável que você busque orientação profissional de um bom escritório de contabilidade para fazer o processo de formalização e depois o registro dos funcionários, contabilidade fiscal e tributária e a folha de pagamento da empresa.

      Sucesso
      Beco com Saída

  9. teila disse:

    Bom dia, adorei as informações, mas estou com muitas duvidas, gostaria de abrir uma empresa de locação( caminhoes pipa,muck…)
    mas eu não sei como começar.O dinheiro para investir ja tenho, mas não tenho noção de como montar a empresa.
    O que devo fazer?

  10. LEONARDO disse:

    GOSTARIA DE SABER QUAL E O PROCEDIMENTO PARA ABRIR UMA EMPRESA OU MICRO EMPRESA DE ATENDIMENTO DOMICILIAR A CUIDADOS DE IDOSOS E ENFERMOS , SE FOR COMO MICRO QUAL E O LUCRO MÁXIMO QUE EU NÃO POSSO ULTRAPASSAR ANUALMENTE NA RECEITA FEDERAL.E VALORES DE IMPOSTOS QUE TEM QUE PAGAR MENSALMENTE , SEI QUE PARA ABRIR ESTA EMPRESA ESTAR CLASSIFICADO COMO PEQUENO EMPREENDEDOR , MAIS QUERO REGISTRAR COMO MICRO.

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Leonardo

      1) Considera-se ME, para efeito do Simples, a pessoa jurídica que tenha auferido, no ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$120.000,00 (cento e vinte mil reais).

      2) A inscrição no Simples implica pagamento mensal unificado dos seguintes impostos e contribuições (Lei no 9.317, de 1996, art. 3o, § 1o; e IN SRF nº 355, de 2003, art. 5o, § 1o):

      Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
      Contribuição para os Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público – PIS/Pasep;
      Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
      Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
      Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
      Contribuições para a Seguridade Social, a cargo da pessoa jurídica, de que tratam o art. 22 da Lei no 8.212, de 1991 e o art. 25 da Lei no 8.870, de 1994.

      3) O valor a ser pago mensalmente através de um único DARF dos impostos acima dependem:
      A pessoa jurídica que optar por se inscrever no Simples terá os seguintes benefícios:

      a) tributação com alíquotas mais favorecidas e progressivas, de acordo com a receita bruta auferida;
      b) recolhimento unificado e centralizado de impostos e contribuições federais, com a utilização de um único DARF (DARF-Simples), podendo, inclusive, incluir impostos estaduais e municipais, quando existirem convênios firmados com essa finalidade;
      c) cálculo simplificado do valor a ser recolhido, apurado com base na aplicação de alíquotas unificadas e progressivas, fixadas em lei, incidentes sobre uma única base, a receita bruta mensal;

      4) O pagamento do Simples não exclui a incidência dos seguintes impostos ou contribuições, devidos na qualidade de contribuinte ou responsável, em relação aos quais será observada a legislação aplicável às demais pessoas jurídicas > >(IN SRF no 355, de 2003, art. 5o, § 2o):

      Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários (IOF);
      Imposto sobre Importação de Produtos Estrangeiros (II);
      Imposto sobre Exportação, para o Exterior, de Produtos Nacionais ou Nacionalizados (IE);
      Imposto de Renda, relativo aos pagamentos ou créditos efetuados pela pessoa jurídica e aos rendimentos ou ganhos líquidos auferidos em aplicações de renda fixa ou variável, bem assim relativo aos ganhos de capital obtidos na alienação de ativos;
      Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR);
      Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF);
      Contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
      Contribuição para a Seguridade Social, relativa ao empregado >.

      Mais informações acesse: http://www.sebrae.com.br/momento/quero-abrir-um-negocio/vou-abrir/registre-empresa/formalize

      Sucesso
      Beco com Saída

  11. vanessa disse:

    ola boa noite, gostaria de saber o que preciso para abrir uma empresa no ramo da confeitaria, o que também é exigido para o ambiente de trabalho , sendo que trabalho em casa, e queria possuir o registro caso eu tenha benefícios por obtê-lo

  12. Paola disse:

    Tenho interesse em abrir uma empresa de consultoria para o licencimento cultural de empreendimentos, é muito parecido com a consultoria ambiental, mas logicamente o objeto é distinto: prestação de serviços em arqueologia (historiador e arqueólogo), patrimonio material (arquiteto com experiencia em patrimonio histórico), patrimonio imaterial e educação patrimonial (sociólogo, antropólogo, educador, etc). Tenho que ter todos esses estudiosos como sócios, ou posso contratá-los?

    Em que tipo de categoria meu negócio é classificado? Quais os papéis que preciso ter para abrir esse tipo de negócio? E é preciso ter ponto físico?

    Obrigada.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Paola

      Você pode ter um escritório de consultoria e ter estes especialistas, cuja hora de trabalho é bem alta ou pode fazer parcerias com estes profissionais, por projeto, conforme for tendo demandas. Ponha no papel os custos e escolha o que melhor atender a sua capacidade de investimento no negócio. Esta é uma empresa de consultoria e como tal atividade não faz parte do Simples Nacional, você terá que escolher entre os regimes tributários: lucro real ou lucro presumido.

      Sucesso
      Beco com Saída

  13. ricardo disse:

    Quero abrir uma distribuidora de bebidas e gostaria de uma orientação a respeito da formalização capital de giro e tambem sobre o lucro vcs teria alguma indicação de site ou blog para minha leitura??

    agradeço a atenção

  14. Fernando disse:

    Olá, volto novamente a este blog com mais uma dúvida. Eu pretendo abrir um “studio” de design, onde vou desenvolver alguns produtos, como móveis e lumniárias. Eu gostaria de saber se é possível trabalhar e morar no mesmo local, ou seja, abrir o studio em minha própria casa, levando-se em consideração o tipo de atividade que vou exercer.

    Acredito que o maior empecilho seja o uso de maquinários que fazem barulho, mas se eu tiver um bom isolamento acústico no local isto não deveria ser problema. Me disseram que eu não poderia trabalhar e morar no mesmo local caso eu produzisse coisas, mas vejo que diversas pessoas atuam dessa forma. Por favor esclareça essa dúvida para mim.

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Fernando,

      Vamos por partes. No seu, caso, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Ou seja, se você quer ter um escritório de design de móveis e luminárias, pode trabalhar como home office e terceirizar com as marcenarias e serralherias da cidade a produção das peças. Agora, se pensa em criar e produzir as peças, aí sim você vai precisar de um local específico para montar a sua indústria.

      Sucesso
      Beco com Saída

  15. Lia Kosugi disse:

    Ola,
    Vou adquirir uma cafeteria/restaurante e o alvará de funcionamento não inclui venda de bebida alcoólica por opção dos donos.
    Há possibilidade de alteração? É fácil e há custo?
    Obrigada,
    Lia

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Lia Kosugi

      Quem vai poder responder a tuas questões é o funcionário da Secretaria da Fazenda da Prefeitura da dua cidade. Ela que define os critérios para emitir um Alvará ou não. Converse com eles.

      Sucesso
      Beco com Saída

  16. Tamires disse:

    Bom dia Gostaria de abrir uma loja de importados perfumes maquiagem entre outras coisasde importado queria colocar um variação e queria saber mais ou menos o valor de investimento??? desde ja obrigada!!!

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Tamires

      O valor do investimento depente da sua capacidade financeira (http://www.becocomsaida.blog.br/2010/04/quanto-devo-investir-no-meu-negocio-proprio/), simples assim. Por exemplo:
      - O imóvel onde vai montar a loja é próprio ou terá que ser alugado?
      - Se for alugado, qual o valor do aluguel, condomínio, iptu, outras taxas?
      - QUanto custa para reformar, decorar e adquirir as prateleiras, estantes,etc para expor os produtos?
      - O estoque inicial de perfumes será adquirido com investimento próprio ou vai precisar ser financiado?
      - Você terá funcionário no início ou vai trabalhar sozinha? Se for ter um funcionário ou estagiário, o valor do salário + benefícios + impostos dos primeiros 6 meses você já tem reservado?
      Como pode ver, o início de um negócio demanda que o empreendedor faça contas, estruture a ideia e analise tudo. Sugiro que leia a cartilha – O inicio de um negócio (http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/BD9542E6A53D191A0325714700665954/$File/NT000AFB32.pdf).

      Sucesso
      Beco com Saída

  17. Ricardo disse:

    Bom dia, tenho uma dúvida e gostaria muito de esclarecê-la. Meu pai presta serviço em consultoria na gestão de qualidade como autônomo. Estamos pensando em constituir uma empresa, necessariamente teremos que optar pelo lucro presumido, correto? Posso ser sócio do meu pai? Qual o tipo de empresa que poderemos abrir? A sede pode ser no endereço residencial? Desde já agradeço.

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Ricardo

      Consultoria não faz parte das atividades econômicas listadas no Simples Nacional. Neste caso, ao formalizar o escritório de consultoria vocês terão que escolher entre os regimes tributários de lucro presumido ou lucro real. Antes façam as contas junto com um bom contador. E sim, você pode ser sócio na nova empresa.

      Sucesso
      Beco com Saída

  18. cleunice disse:

    Tenho muita vontade de ter meu proprio negocio e estou pensando em abrir uma petiscaria mas não tenho nenhum conhecimento do que é necessario.preciso de uma orientação de forma geral.Se possivel peço que me ajudem.Obrigada e bom dia.

  19. italo disse:

    olá amigo. trabalho por conta propria,e o caso é o seguinte:
    Eu estava com restrições por isso não tinha como movimentar conta corrente,eu tinha que fazer minhas movimentação com grana.hoje já resolvi minhas pendencias,para formalizar o banco pede 12 meses de movimentação comprovada, para me dar beneficios. veja bem se eu movimentar minha conta como autonomo vou ter com tres meses o meu extrato bancario como comprovante de renda para adquirir bens de valores já como empreendedor não tem valor algum uma empresa com essas caracteristicas. como posso sobressair nesse caso? Pessoa fisica e juridica?…..

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Italo

      Depende. Quais são as necessidades reais em cada caso? Quais os benefícios para o negócio em cada uma das possibilidades? Quais os custos e taxas envolvidos em cada caso para manutenção da conta, financiamentos,etc? Ponha na ponta do lápis, faça contas, analise e escolha o que melhor atender as suas necessidades e capacidade da empresa.

      Sucesso
      Beco com Saída

  20. José Ronaldo Pereira Junior disse:

    Prezados,

    Gostei bastante do blog. Parabéns.
    Estou iniciando o “sonho” de ser dono do meu próprio negócio. Mas quero sonhar direito, como vi em um outro post aqui. Surgiu uma oportunidade de comprar um Studio de Pilates em sociedade com uma amiga. Nenhum de nós tem formação administrativa e por isso vamos buscar essa formação e fazer os cursos do SEBRAE e etc. O que quero perguntar é: vi em todo lugar orientação para ABRIR um negócio. Mas não vi nada , ou não percebi por ainda ser ignorante nessa área, sobre comprar uma empresa que já está em funcionamento. É possível me orientar onde posso começar a procurar para estabelecer uma comparação entre ABRIR uma empresa nova ou COMPRAR uma já existente? Preciso de caminhos para que eu possa fazer as minhas análises. Obrigado e sucesso neste blog muito bom!

  21. Jurandi disse:

    Hoje presto serviços como autônomo, vou formalizar uma empresa com um sócio (LTDA).
    O foco principal e prestação de serviços e comércios de peças, se incluir algumas atividades como representação e distribuição mesmo hoje não sendo o foco vai alterar as taxas de impostos e cobranças?
    Vale a pena abrir duas empresas uma para prestação de serviços e outra para as três opções acima citadas?

    Obrigado!!

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Jurandi

      A atividade de representação comercial não faz parte do Simples Nacional, ou seja, uma atividade de comércio pode ser do Simples a representação não. Seriam empresas distintas. Com tributos específicos.Se vale a pena abrir duas empresas é preciso fazer contas, colocar no papel todos os custos, avaliar a sua capacidade de investimento e de sustentação das empresas no início das atividades, avaliar a estratégia comercial de vendas e parcerias que precisa implementar para alavancar a empresa e diferenciá-la perante as demais que já atuam neste segmento na cidade/região,etc para só depois saber se vale ou não a pena.

      O início de um negócio (http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/bds.nsf/BD9542E6A53D191A0325714700665954/$File/NT000AFB32.pdf) demanda do futuro empreendedor uma série de pesquisas, estudos, análises para que a empresa nasça da forma mais sustentável possível.

      Sucesso
      Beco com Saída

  22. andreza alves disse:

    gostaria de saber quais procedimentos que deveria seguir para abertura de uma escola de informatica e quais são os documentos necessários para essa abertura?

  23. Giseli Cassalecchi disse:

    Primeiro gostaria de parabeniza-los e agradece-los por este espaço!

    Eu gostaria de saber o que é preciso para abrir um curso de terapias holisticas (massoterapia, florais de bach, auriculoterpia, shiatsu, massagem modeladora, drenagem linfatica, quick massage…). Seria curso livre, pq nao há regulamentação.

    fico no aguardo.

    obrigada!

  24. Zulene disse:

    Bom dia, estou montando uma guia informativo dos comercios da região onde o publico alvo será os empreendedores divulgando seus serviços para beneficiar outros empreendedores, queria algumas dicas de como montar esse guia.

    Obrigada.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Zulene

      Este guia será somente digital ou terá uma versão digital? Qual será o benefício para os lojistas da cidade? O que o seu guia terá de diferente das Páginas Amarelas que já deve ser distribuída na cidade? Como pretende cobrar? Quais os custos envolvidos na captação, diagramação, impressão e distribuição do guia?

      O melhor caminho é você colocar a sua ideia no papel (www.negociocerto.sebrae.com.br) para que possa ir descobrindo e planejamento cada etapa e até mesmo para saber se é viável ou não.

      O inicio do próprio negócio (http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/bds.nsf/BD9542E6A53D191A0325714700665954/$File/NT000AFB32.pdf) demanda pesquisa, estudo e trabalho.

      Sucesso
      Beco com Saída

  25. fernando disse:

    Olá,adorei o blog, hoje é um dos meus favovitos.
    Como faço para abrir uma empresa na area de segurança eletronica? instalação e manutenção de cercas eletrificadas,alarmes,cameras etc. Sou tecnico em eletrotecnica e segurança eletronica e mesmo nao tendo muita experiencia no ramo,percebo um grande aumento na procura por esse tipo de serviço,mas ainda não sei ao certo por onde começar.

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Fernando

      Essa atividade está sujeita às determinações da Lei nº 7.102/83. Essa e outras legislações e informações podem ser obtidas no site do Departamento da Polícia Federal – http://www.dpf.gov.br.

      Será uma sociedade empresária de prestação de serviços de segurança patrimonial e monitoramento eletrônico.

      Se forem somente serviços de monitoramento de propriedades por meio de equipamentos eletrônicos de vigilância, a questão tem se mostrado um pouco confusa quanto às informações prestadas por algumas entidades. Na verdade, a Lei nº 7.102/83 não é clara quanto a sua aplicação a estas empresas. Tampouco a Portaria 992. Entretanto, ao ligar no Departamento de Polícia Federal – DPF, o atendente disse que este tipo de serviço também estaria recepcionada pela lei. Confesso que não senti firmeza na informação, pois desprovida de fundamento legal. Já a Associação das Empresas Brasileira de Sistemas Eletrônicos e Segurança – ABESE informou que não é bem assim. A atendente da ABESE disse que o DPF, só autua as empresas que excedem o serviço de monitoramento eletrônico com algum serviço efetivo de vigilância com pessoal. A SESVESP (sindicato) tem o mesmo entendimento.

      Entendo que o parecer da ABESE é mais consistente e que está bem fundamentado. Assim, sugiro que o cliente busque informações na entidade, mencionando corretamente os serviços que pretende prestar. Eles possuem uma consultoria jurídica que emitem pareceres sobre os casos específicos dos clientes. Não obstante, também estaremos remetendo a consulta à entidade.

      http://www.abese.org.br/

      http://www.sesvesp.com.br

      http://www.dpf.gov.br/

      EMPRESAS DE SEGURANÇA PRIVADA

      Autorização Para Funcionamento

      O exercício das atividades de segurança privada tem as suas normas na Lei nº 7.102, de 20 de junho de 1983, com as alterações efetuadas pelas Leis nº 8.863, de 28 de março de 1994, nº 9.017, de 30 de março de 1995, pelo Decreto nº 89.056, de 24 de novembro de 1983 e pela Portaria MJ nº 91, de 21 de fevereiro de 1992.

      1. CARACTERIZAÇÃO

      São consideradas como Segurança Privada as atividades desenvolvidas por empresas especializadas em prestação de serviços com a finalidade de:

      a) proceder à vigilância e segurança patrimonial das instituições financeiras e de outros estabelecimentos, públicos ou particulares;

      b) garantir a incolumidade física de pessoas;

      c) realizar o transporte de valores, em espécie ou metal precioso, ou garantir o transporte de qualquer outro tipo de carga de alto valor comercial;

      d) recrutar, selecionar, formar e reciclar o pessoal a ser qualificado e autorizado a exercer essas atividades.

      2. FUNCIONAMENTO

      É condição essencial para que as empresas especializadas operem, a autorização de funcionamento expedida pelo Departamento de Assuntos de Segurança Pública – Deasp, da Secretaria da Polícia Federal.

      3. PROCEDIMENTOS PARA OBTENÇÃO DA AUTORIZAÇÃO

      Para a obtenção de autorização para funcionamento na atividade de segurança privada, o interessado deverá observar os seguintes procedimentos:

      Requerimento dirigido ao Departamento de Assuntos de Segurança Pública – Deasp, da Secretaria de Polícia Federal – Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada do Ministério da Justiça assinado pelo dirigente à Empresa requerente, contendo:

      - razão social;

      - C.NPJ;

      - endereço onde pretende sediar a empresa; e

      - o pedido.

      - Cópia dos atos constitutivos registrados na Junta Comercial ou Cartório de Pessoas Jurídicas, conforme o caso, e alterações contratuais, se houver, contendo: – razão social constando “vigilância ou segurança”; – objetivo social concernente o disposto no artigo 31 do Decreto nº 89.056/83, ou seja – “prestação de serviços de vigilância (ou de transporte de valores) a estabelecimentos financeiros ou a outros estabelecimentos”. – possuir capital social inicial integralizado não inferior a cem mil Ufir, tendo como base referencial a data do protocolo do requerimento.

      - Comprovante de Inscrição nos Órgãos Administrativos Federais, Estadual e Municipal, apresentando:

      - Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ, na Receita Federal;

      - Certidão de Matrícula – CM, no INSS;

      - Cadastro de Contribuinte do Imposto sobre Serviços, na Prefeitura da sede da empresa;

      - Certidão Negativa de Débito – CND, expedida pelo INSS;

      - Certificado de Regularidade de Situação – CRS, expedido pela Caixa Econômica Federal;

      - Certidão de Quitação de Tributos e Contribuições administrados pela Secretaria da Receita Federal;

      - Certidão Negativa da Empresa, quanto à Dívida Ativa da União e dos Estados e Municípios onde exerça as suas atividades;

      - Relação das armas e munições que possui, ou declaração de que não possui armas e munições.

      - Cópias dos seguintes documentos dos sócios, administradores, diretores e gerentes:

      - Cédula de Identidade;

      - Cadastro de Pessoas Físicas – CPF;

      - Título de Eleitor (com o comprovante de votação no último pleito);

      - Certificado de Reservista ou documento equivalente;

      - atestados e certidões negativas de registros criminais expedidos pelos Cartórios de Distribuidores das Varas Criminais das Justiças Federal, Militar, Eleitoral e Estadual, comprovando a inexistência de condenação criminal transitada em julgado, nos locais da Federação onde mantenham residência e nos locais onde pretendem constituir a empresa.

      LEI Nº 7.102, DE 20 DE JUNHO DE 1983.

      Dispõe sobre segurança para estabelecimentos financeiros, estabelece normas para constituição e funcionamento das empresas particulares que exploram serviços de vigilância e de transporte de valores, e dá outras providências.

      Art. 15 Vigilante, para os efeitos desta lei, é o empregado contratado para a execução das atividades definidas nos incisos I e II do caput e parágrafos 2º, 3º e 4º do Art. 10. (Art. 15 com redação dada pela Lei nº 8.863, de 28/03/1994).

      Art. 16 – Para o exercício da profissão, o vigilante preencherá os seguintes requisitos:
      I – ser brasileiro;
      II – ter idade mínima de 21 (vinte e um) anos;
      III – ter instrução correspondente à quarta série do primeiro grau;
      IV – ter sido aprovado em curso de formação de vigilante;

      IV – ter sido aprovado, em curso de formação de vigilante, realizado em estabelecimento com funcionamento autorizado nos termos desta lei. (Redação dada pela Lei nº 8.863, de 1994)

      V – ter sido aprovado em exame de saúde física, mental e psicotécnico;
      VI – não ter antecedentes criminais registrados; e
      VII – estar quite com as obrigações eleitorais e militares.
      Parágrafo único – O requisito previsto no inciso III deste artigo não se aplica aos vigilantes admitidos até a publicação da presente Lei

      Art. 20. Cabe ao Ministério da Justiça, por intermédio do seu órgão competente ou mediante convênio com as Secretarias de Segurança Pública dos Estados e Distrito Federal: (Redação dada pela Lei 9.017, de 1995)
      I – conceder autorização para o funcionamento:
      a) das empresas especializadas em serviços de vigilância;
      b) das empresas especializadas em transporte de valores; e

      c) dos cursos de formação de vigilantes;

      II – fiscalizar as empresas e os cursos mencionados dos no inciso anterior;
      Ill – aplicar às empresas e aos cursos a que se refere o inciso I deste artigo as penalidades previstas no art. 23 desta Lei;
      IV – aprovar uniforme;

      V – fixar o currículo dos cursos de formação de vigilantes;

      VI – fixar o número de vigilantes das empresas especializadas em cada unidade da Federação;
      VII – fixar a natureza e a quantidade de armas de propriedade das empresas especializadas e dos estabelecimentos financeiros;
      VIII – autorizar a aquisição e a posse de armas e munições; e
      IX – fiscalizar e controlar o armamento e a munição utilizados.
      X – rever anualmente a autorização de funcionamento das empresas elencadas no inciso I deste artigo. (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)
      Parágrafo único – A competência prevista no inciso V deste artigo não será objeto de convênio.
      Parágrafo único. As competências previstas nos incisos I e V deste artigo não serão objeto de convênio. (Redação dada pela Lei 9.017, de 1995)

      Sucesso
      Beco com Saída

  26. Ana disse:

    Boa Tarde,

    Pretendo abrir uma loja de confecções adulto e infanto juvenil ,gostaria de saber de quanto eu preciso para isso acontecer ,quais os documentos necessários.

  27. ROSANGELA disse:

    Por favor, gostaria de saber se para abrir um escritorio, (CENTRO DE APOIO AS FAMILIAS), da minha cidade eu tenho q
    abrir uma empresa fazer as documentacao e manter um contador?
    obrigado pela atencao, fico no aguardo de uma resposta pelo
    meu E-mail.

    Rosangela.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Rosângela

      Perdão, mas eu não entendi. Você quer abrir que tipo de negócio?
      - Uma ONG?
      - Uma Associação?
      Sugiro que dê uma boa navegada neste site (http://www.sebrae.com.br/momento/quero-abrir-um-negocio) para que possa entender as diferenças e benefícios de cada formato de empresa. Assim você vai poder escolher a que melhor atende as necessidades do mercado e o seu projeto.

      Sucesso
      Beco com Saída

  28. Fernanda disse:

    Olá ! Eu vi num dos tópicos de vcs e nele ensinavam extamente como queria para ter uma ideia para abrir uma loja na baixada com meu namorado. http://vix.sebraees.com.br/ideiasnegocios/arquivos/FabricadeProdutodeLimpeza-SabaoemBarra.pdf , este é o link. Teria como elaborar extamente igual, mas para loja de roupas femininas. Achei como elaborar e criar uma empresa no site da sebrae e também um link para abrir loja, mas nada especifico como desse link.

  29. sandra disse:

    Olá , Eu tenho uma Laa house e não é registrada .Gostaria de saber todos os proecedimentos e exigências para egulariza-la .
    Obrigda

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Sandra

      Acesse (http://www.portaldoempreendedor.gov.br/modulos/inicio/index.htm) para que você possa conhecer os benefícios e obrigações do Empreendedor Individual. Caso você atenda a todos os requisitos da Lei, poderá formalizar a sua lanhouse no próprio site passando a pagar, todo dia 20 de cada mês, um pequeno valor a título de impostos. Em caso de dúvida, procure a unidade do Sebrae mais próxima ou ligue para 0800-570-0800.

      Sucesso
      Beco com Saída

  30. Adriana Souza disse:

    Boa noite!

    Pretendo trabalhar como representante comercial. Considerando a exigências de algumas empresas da emissão de nota fiscal, acredito que terei que abrir uma empresa. O contador perguntou qual o OBJETO SOCIAL, respondi : Representação Comercial, e ele me informou que a Junta Comercial não aceita a Represetanção Comercial como Objeto do contrato, alguém pode me orientar como definir o Objeto Social , ou modelo de contrato para Empresa de Represetação?

    Desde já agradeço a orientação .

    Atenciosamente,

    Adriana

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Adriana Souza

      O Objeto social deve ser descrito de forma clara, precisa e detalhada.
      Exemplo de redações que estão descritas de acordo com a legislação:
      1. Comércio varejista de confecções
      2. Bar, Lanchonete, mercearia e comércio de produtos alimentícios em geral.
      1. Indústria de Alimentos Congelados.
      As expressões geral, afins, semelhantes, etc., somente podem ser aceitas quando
      houver a identificação clara dos produtos ou serviços, como no exemplo acima.
      Não podem ser aceitas, por exemplo, no seguinte caso: Comércio varejista de
      produtos em geral.
      De qualquer forma, a recomendação é que evite-se sempre a utilização destas
      expressões.
      Acesse (http://vix.sebraees.com.br/ideiasnegocios/arquivos/RepresentacaoComercial.pdf) para ler algumas dicas para viabilizar a abertura da sua representação comercial.

      Sucesso
      Beco com Saída

  31. wilian disse:

    Gostaria de saber como faço para abri uma pequena empresa,eu trabalho como pedreiro e esta aparecendo clientes que estão solicitando nota,antes eu só trabalhava p/ residencias mas agora tenho proposta em condominio e firmas e estou sem poder execultar as obras da qual eu tiro o meu sustento.

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Willian

      Como pedreiro e se você não faturar bruto por ano, mais do que R$ 48.000,00 poderá formalizar a sua atividade econômica, como Empreendedor Individual. Desde que atenda a todos os critérios, portanto, dê uma boa lida nas informações deste site (http://www.portaldoempreendedor.gov.br/modulos/entenda/quem.php) e em caso de dúvidas, procure a unidade do Sebrae mais próxima de você.

      Ah, para obter as notas fiscais só depois de formalizada a empresa aí você deve procurar a Secretaria da Fazenda da sua cidade para pedir a autorização para imprimir talões de notas fiscais, por exemplo.

      Sucesso
      Beco com Saída

  32. Roberto disse:

    Olá,

    No momento, ainda não tenho empresa legalizada.

    Estou criando artigos em madeira, por exemplo bancos, cadeiras e mesas. Gostaria de saber como poço abrir uma empresa na internet para poder comercializar os meus produtos…

    Você poderia informar quais são os passos que devo seguir?

    obrigado!

    Parabens pelo site!!

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Roberto

      Acesse (http://vix.sebraees.com.br/ideiasnegocios/arquivos/LojaVirtual.pdf) para ler algumas dicas para começar a planejar a sua futura loja virtual. No seu caso é importante que desde já você vá estudando, pesquisando sobre: tipos de embalagens, transporte (o Correio, por exemplo, só entrega até 30 quilos), espaço para armazenar, custos de uma logística reversa,etc pois tudo isso vai influenciar, e muito, o sucesso do seu futuro negócio.
      Boas dicas sobre e-commerce você vai encontrar neste site: http://www.ecommercebrasil.com.br
      Sucesso
      Beco com Saída

    • euza disse:

      ola eu gostaria de abri uma granja.mas não tenho dinheiro para começa eu tenho o espaço e disposição para trabalha o que o cebrae pode fazer por mim.

      • Beco com Saída disse:

        Prezada Euza

        O Sebrae não faz empréstimos e/ou financiamentos. Isso só será possível junto às instituições financeiras que atuam na sua cidade.

        Sucesso
        Beco com Saída

  33. herlon vinicius cassiano dos santos disse:

    muito bom

  34. Livia disse:

    Ola meu no me é Livia quero abrir uma loja de semi joias como escolher o ponto? e o que eu devo saber para ter sucesso?

  35. gilberto disse:

    bom dia?? gostaria de saber como abrir uma empresa de carrega entulho…

  36. Rafael Nascimento disse:

    Olá , estou querendo iniciar um site de reservas de restaurantes e gostaria de saber detalhes de como iniciar.
    Outra pergunta é que já tenho um serviço de divulgação de empresas, marcas e produtos pela internet utilizando as redes sociais e gostaria de saber como conquistar clientes nesse ramo.

    Obrigado e aguardo respostas.

  37. Marcos disse:

    Boa Noite, sou projetista civil e já que não consigo trabalho fixo nesta área, presto serviços autônomo para diversos Eng. civil. Preciso abrir uma empresa pois o engenheiros que presto serviços estão pedindo nf dos trabalhos.
    Por Favor me indicar me informar como devo proceder para abrir esta empresa, e quais serão os custos.
    Muitíssimo obrigado.

  38. Renata disse:

    Olá

    Quero abrir uma clinica de estética animal, para oferecer serviços mais diversificados do que o tradicional banho e tosa, gostaria de saber como está este mercado em São Paulo, do capital necessário e onde encontrar mais informações sobre este tipo de serviço.

  39. Frederico Jorge disse:

    Saudações,

    Tenho uma empresa, e me que encontro na dificuldade para resolver o seguinte problema: Hoje a empresa é registrada como microempresa – ME, mas gostaria de dar baixa nessa situação para abrir um cadastro como MEI. Primeiro gostaria se saber se isso é possível? Segunda não daria só para transferir? Realmente vale a pena? Já busquei informações junto ao contador da empresa que não mostra interesse em resolver a situação. E o Sebrae da região é “desnorteado”.
    Espero ansiosamente uma resposta.
    Desde já, agradeço a ajuda.
    Frederico

  40. Ciro Rodrigues disse:

    Boa tarde.

    Tenho interesse em iniciar um negócio próprio, no ramo de distribuição/depósito de bebidas,e junto do mesmo, investir em fornecimento de artigos conexos (carvão; mesas e cadeiras; carnes embaladas a vácuo etc…). Não anseio abrir nada de grande porte inicialmente. O capital inicial para a empreitada gira em torno de R$ 80 mil, excluindo uma possível linha de crédito com o banco.

    Minha principal preocupação seria a falta de experiência, pois nunca abri um empreendimento próprio. Gostaria, se possível, de receber dicas relacionadas à essa área de escolha, incluindo legislação e dicas de investimento. Principalmente em relação à contato com fornecedores. Grato!

  41. Cícero JF Júnior disse:

    Eu pretendo abrir uma empresa baseada em um site onde ofereça a criação,manutenção e hospedagem de lojas virtuais alem outros serviços relacionados. Inicialmente so seria eu que faria todo os procedimentos da mesma ja que em sua maioria são virtuais e automatizados. Por onde devo começar?Na parte da informatica e parcerias tenho um certo conhecimento mas na parte legal de empresa como em que tipo de setor estaria me enquadrando, capital,projetos e qual sistema escolher não.Ja ovi falar que no empreendedor individual não seria bom por que existiriam problemas para crecer onde teria de fexar essa empresa para passar a micro e etc ja que num sistema assim os rendimentos podem aumentar drasticamente em pouco tempo e forçando a mudança do tipo de empresa.
    Sobre sociedade com socios minoritarios ou apenas investidores como funcionaria?
    Outra coizinha é que mecho com gravações e divulgações de empresas em shows de bandas de forró, axé etc e que envolve a divulgação em um portal proprio que disponibiliso conteudos para downloads e tenho receita de empresas anunciantes, no caso complementaria o primeiro como uma auternativa de divulgação das lojas criadas, daí a pergunta ambos os sites poderiam ser registrados numa mesma empresa?ou cada um com uma empresa especifica? e caso separado as mesmas duvidas que no 1º caso ocorrem no 2º caso.
    E por fim sou Téc. em Agropecuária e em Meio Ambiente além de cursas Biologia e pretender algumas coisas nessa área.Com relação a minha previdencia e número de empresas eu poderia estar em varias assim?Como funcionaria?Quais restrições?

    Grato pelos esclarecimentos e Exelente Ano Novo a todos!

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Cíceo JF Junior

      1) Se entendi bem na primeira parte do seu comentário você pensa em montar uma plataforma de e-commerce como as que são oferecidas pela Rakuten (http://www.rakuten.com.br/), Locaweb e UOL, DotStore, CiaShop e tantas outras que já atuam no mercado de forma a atender de A a Z do mercado. Este tipo de negócio demanda investimentos pesados em infra-estrutura (servidores, banda), funcionários para desenvolver, manter, orientar no uso da plataforma, integração com todos os meios de pagamento digital,etc. Esta não é com certeza, uma micro empresa diante do porte de investimentos necessários que ultrapassa os 360.000,00.

      Ter sócios ou investidores vai funcionar de acordo com o que o direito comercial permite numa sociedade de capital aberto. Com relação a investidores você vai ter que apresentar algo muito diferenciado de todas as empresas que descrevi acima para conseguir chamar a atenção destas pessoas.

      São atividades econômicas completamente distintas e que demandam CNAES distintos e forma de prestar contas ao Governo diferenciadas, ou seja, precisam de CNPJs distintos.

      Sucesso
      Beco com Saída

  42. Dani boy disse:

    Eu estou interessado em assumir um ponto de uma perfumaria mas só tenho uma parte do valor pedido, queria saber se o governo empresta o valor que eu preciso para completar o total?

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Dani Boy

      Não tenho conhecimento de nenhum empréstimo via Governo. Isso você consegue junto às instituições financeiras (bancos e agências de microcrédito) que atuam na sua cidade. Converse com os respectivos gerentes para que possa conhecer os critérios de cada um.

      Sucesso
      Beco com Saída

  43. Dulce disse:

    muito obrigada pela ajuda. E,so mais umas perguntas… quais documentos necessarios para jah comecarmos o negocio em dia e dentro das exigencias e na lei? onde especificamente encontramos esse profissional em direito empresarial?? em que tipo de empresa se encaixaria nossa oficina? e,precisamos registrar o nome da oficina? obrigada e desculpe tantas duvidas.

  44. Dulce disse:

    Boa noite.
    Eu e meu marido pretendemos abrir uma oficina de motos em sociedade com o primo dele,que eh um mecanico de sucesso e jah tem uma boa clientela fiel. Mas ele esta insatisfeito de trabalhar por um salario e ver os lucros que tem as oficinas onde ele ja trabalhou. Porem nos entraremos com o capital inicial e ele com a mao de obra. Eu tambem trabalharei administrando e gerenciando. E o lucro sera dividido igualmente. o que nao pode faltar no contrato e quais os documentos necessarios??? P.S.: a sociedade seria em meu nome e do primo do meu marido.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Dulce

      Com relação ao contrato social leia (http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/4257ED48AD70C0590325714200645B01/$File/NT000AF886.pdf). Quanto às definições que envolvem o dia-a-dia da empresa e o relacionamento entre os sócios o caminho é fazer uma reunião, de preferência, mediada por um profissional em direito empresarial para que definam coisas do tipo:

      - Atividades e responsabilidades de cada sócio – qual o papel de cada um no dia-a-dia da empresa
      - Valor do pró-labore de cada sócio seja em períodos de lucros ou não da empresa
      - Forma de reajuste e índice a ser seguido para reajuste do pró-labore dos sócios e quando isso será feito a cada ano.
      - Se um dos sócios precisar se afastar por questões de saúde, por exemplo, como será feita a remuneração deste sócio
      - Caso um dos sócios decida sair da sociedade, ele pode vender a parte dele para pessoas de fora da empresa ou somente para os outros sócios? Como será feito este pagamento?

      Estas decisões deverão ser registradas em uma Ata que depois deverá ser registrada em Cartório. Sem esta Ata o dia-a-dia na sociedade pode ficar atribulada e até mesmo pôr em risco a sustentabilidade do negócio.

      Sucesso
      Beco com Saída

  45. Lakis disse:

    Ola,

    queria ajuda para abrir uma cafetéria (com lanches também).
    Eu sou estrangeiro e os meus socios, um estrangeiro e uma brasileira. O que eu precíso?

    Obrigado
    Laki

  46. Dimitris disse:

    Ola,

    queria abrir uma microempresa de engenheiros mecânicos.
    Eu sou estrangeiro e os meus socios tambem. O que eu precíso (eu so tenho CPF)?

    Obrigado
    Dimitris

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Dimitris

      Você precisa ter os seus diplomas de engenheiros reconhecidos no Brasil pelo MEC, depois devem procurar o Conselho Regional de Arquitetura e Engenharia do Estado onde moram para registrar os diplomas de vocês, após o reconhecimento do MEC (Ministério da Educação Cultura). Vocês terão que filiar-se ao CRC deste Estado para que possam ter direito de abrirem uma empresa e trabalharem neste segmento.

      Sucesso
      Beco com Saída

  47. edneia gomes disse:

    Óla ,necessito de informaçao de como posso abrir una pequena loja en salvador capital.quero exportar produtos gallegos ,vivo em espanha mais sou brasileira ,preciso que alguén mi explique que passos tenho que dar…obrigado¡¡¡

  48. SANDREANDO MARTINHO disse:

    Como posso obter documentos de como abrir um deposito de bebidas? e o que preciso para abrir essa distribuidora?

  49. Matheus Martins disse:

    Quero abrir meu restaurante, mas não tenho o capital inicial necessário. Devo buscar fianciamento antes ou depois de abrir a empresa?
    Obrigado

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Matheus Martins

      O empréstimo deve ser feito mediante a capacidade de pagamento em dia deste financiamento junto à instituição financeira que aprovou o seu pedido. Ou você pode começar uma poupança especial para apoiar no investimento do seu próprio negócio.

      Sucesso
      Beco com Saída

  50. wagner disse:

    eu gostaria de abrir uma loja para comercialização de pequenos animais,rações e artigos para uso animal. existe alguma lei que me permita trabalhar por um determinado tempo, para experimentar.sem alvará de licença e sem abrir firma?

  51. Leandro disse:

    Gostaria de ser consultor ambiental autônomo. Como devo proceder para ter um CNPJ??

  52. Gabriel Peixoto disse:

    Bom Dia.
    Já possuo um condomínio com 20 kitnets, mas ñ sou empresa. Tenho 4 funcionarios. Gostaria de construir mais 40 ao lado e montar uma empresa nessa area(que nem sem em qual se enquadraria!) afim de buscar um financialmento para tal construção, como agir? Haja vista que minha cidade será uma das capitais que sediarão a copa de 2014. Obrigado!

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Gabriel Peixoto

      Perdão, mas não ficou claro o que de fato você faz. Você é que constrói estes imóveis?
      a) Você só constrói estes imóveis?
      b) Você constrói os imóveis e depois aluga-os ou vende?

      - Construtora: http://vix.sebraees.com.br/ideiasnegocios/arquivos/Construtora.pdf
      ou
      - Incorporadora: Em síntese incorporadora é uma construtora imobiliária que adere ao regime de Incorporação Imobiliária para construir imóveis, ela insere no seu contrato social o nome de incorporadora para informar que constrói sobre este regime. Em 1964 foi elaborada e aprovada Lei específica, regrando o Regime Construtivo por Incorporação Imobiliária, visando a Venda de unidades autônomas na planta ou em construção. Em vigência pela Lei 4.591 de 1964 e Lei 10.931 de 2004(patrimonio de afetação),
      toda Incorporadora tem uma pessoa responsavel chamada Incorporador, pessoa física ou jurídica, comerciante ou não, que vende ou promete vender frações ideais de terreno vinculadas a unidades autônomas futuras em edificação em construção ou a ser construída sob regime condominial.
      O Incorporador não é necessariamente aquele que efetua a construção propriamente dita, podendo ser aquele que não vende nem compromissa o terreno, não efetua a construção, mas faz a intermediação, busca interessados e técnicos, aceita propostas, coordena ações e grupos e se responsabiliza pelo êxito do empreendimento. É figura indispensável, pois nenhuma incorporação pode se realizar sem que exista um incorporador responsável. Somente podem ser incorporadores, o proprietário do terreno, o promitente comprador, o cessionário deste e o promitente cessionário, o construtor e o corretor de imóveis. A Icorporadora deve registrar no Cartório de imóveis toda a documentação referente a Incorporação Imobiliárias e mante-los atualizados. Somente após o registro é que a incorporação pode ser comercializada. A responsabilidade é grande podendo inclusive ser o Incorporador destituido em caso de erros cometidos. Segue Lei especifica e Lei alternativa como o Regime de Patrimonio de Afetação que separa as contas da incorporação das contas da empresa incorporadora. Tudo isso foi incentivado e atualizado para garantir a compra de imóveis na planta ou em construção, depois do caso ENCOL em que muitos ficaram sem seus imóveis.

      Converse com um contador da sua confiança para que ele possa fazer o enquadramento correto considerando as atividades econômicas que você executa. Caso estes 4 funcionários não tenha as respectivas carteiras assinadas é preciso regularizar o passado (INSS, FGTS, tempo de trabalho,etc) para que possam fazer o registro de forma correta evitando contratempos trabalhistas futuros.

      Sucesso
      Beco com Saída

    • Hélio Joaquim disse:

      Ola, estou querendo me tornar EI num negocio de conserto de split, gostaria de saber se este emprestimo para EI é facil de conseguir e também qual o valor que se deve pagar se um dia eu quiser dar baixa na empresa, estao dizendo que é um sufoco para dar baixa na empresa.
      Grato pela atenção

      • Beco com Saída disse:

        Prezado Helio Joaquim

        O empréstimo para um empresário EI passa pelos mesmos critérios de avaliação de cada instituição financeira: garantias a ser apresentadas de capacidade de pagamento em dia da dívida entre outras coisas. Converse com os gerentes dos bancos e agências de microcrédito que atuam na sua cidade para conhecer os critérios de cada um.

        Quanto a baixa esta é igual para qualquer empresa e não pode ser feita de forma on line, e sim, de forma presencial indo em cada órgão que cobram taxas por este serviço.

        Sucesso
        Beco com Saída

  53. carlos disse:

    quero-abrir-uma-empresa-de-limpesas-agriculas

  54. karina disse:

    gostaria de saber como abrir uma empresa que presta serviços de portaria ,quanto devo envestir?

  55. Juliana disse:

    Sou dentista ortodontista e tenho uma “clinica” onde trabalham outras duas dentistas (clinico Geral). Gostaria de saber como faço para abrir uma empresa?

  56. jaccy disse:

    gostaria de abrir uma loja de artigos de festas infantis e aluguéis de decorações em Salvador como faço para começar esse negócio?

  57. André Alves disse:

    Bom Dia!

    Por favor gostaria de saber como faço para colocar os preços de venda em meus produtos de uma bomboniere (projeção de vendas), se nao tenho as informações de faturamento e gastos da empresa por ser empresa nova ?

    Obrigado.

  58. ismael de souzs disd disse:

    olà,gostaria de saber como fasso para abrir
    um deposito de gás e água totalmente legalizado,pois ja tenho o local e sera alugado
    por mim.
    desde já muito obrigado.

  59. André disse:

    Boa Tarde Vivianne!

    Gostaria por favor de um material que fale sobre projeções de vendas para quem está iniciando um negócio.

    Obrigado.

  60. Kamila disse:

    Olá, gostaria de saber os documentos específicos exigidos para abertura de um laboratório de análises clínicas. Desde já, agradeço.

  61. Patrícia Cast disse:

    Olá!

    Gostaria de saber o que é necessário para abrir uma empresa que preste serviços na área de enfermagem e segurança do trabalho.

    Obrigada,

    Patrícia

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Patrícia

      São atividades distintas pelo pouco que você escreveu. Ou seja, empresas distintas. Que tipo de serviços na área de enfermagem você pensa em montar?
      E na área de segurança do trabalho que tipo de empresa: vendas de EPIs? cursos para formação de profissionais?
      Você precisa definir cada negócio.
      O processo para abertura é o mesmo de qualquer empresa. O que muda por exemplo são os órgãos que você pode vir a precisar de autorização dependendo do tipo de atividade que você pensa me montar.

      - Guia de legalização de empresas: http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/20800DA3358E1442032571470043F66E/$File/NT000AFADA.pdf

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  62. ISAURA ALMEIDA disse:

    Em que Orgão eu posso autenticar um livro diário de UMA ASSOCIAÇÃO?
    Obrigada
    Isaura

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Isaura Almeida,

      O órgão responsável para autenticar o Livro Diário da associação é o Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas de seu município, onde se encontra registrado o Estatuto da Associação.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  63. ISAURA ALMEIDA disse:

    UMA EMPRESA PARA VENDER GÁS DE COZINHA JÁ REGULARIZADA COM CNPJ, INSCRIÇÃO ESTADUAL, ALÉM DO ALVARÁ DE LICENÇA PARA FUNCIONAMENTO, QUE DOCUMENTO É PRECISO FAZER PARA QUE ELA FUNCIONA
    CONFORME A LEI.
    OBRIGADA
    ISAURA

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Isaura Almeida

      O empreendedor de uma distribuidora de botijão de gás deverá cumprir algumas exigências iniciais e somente poderá se estabelecer depois de cumpri-las, quais sejam:
      Registro:
      a) Registro da empresa nos seguintes órgãos:
      • Junta Comercial;
      • Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
      • Secretaria Estadual de Fazenda;
      • Prefeitura do Município para obter o alvará de funcionamento;
      • Enquadramento na Entidade Sindical Patronal (empresa ficará obrigada a recolher por ocasião da constituição e até o dia 31 de janeiro de cada ano, a Contribuição Sindical Patronal);
      • Cadastramento junto à Caixa Econômica Federal no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”.
      • Corpo de Bombeiros Militar.
      b) Visita a prefeitura da cidade onde pretende montar a sua empresa distribuidora de botijões de gás para fazer a consulta de local e emissão das certidões de Uso do Solo e Número Oficial.
      Apresentam-se abaixo alguns atos normativos que devem ser analisados e cumpridos, no que couber, para esse tipo de empreendimento:
      • Lei nº 11.097, de 13 de janeiro de 2005 – dispõe sobre a introdução do biodiesel na matriz energética; altera as Leis nºs 9.478, de 06 de agosto de 1997, 9.847, de 26 de outubro de 1999 e 10.636, de 30 de dezembro de 2002 e dá outras providências.
      • Lei nº 8.176, de 08 de fevereiro de 1991 – define crimes contra a ordem econômica e cria o Sistema Nacional de Estoques de Combustíveis.
      • Lei nº 9.048, de 18 de maio de 1995 – torna obrigatória a existência de instrumentos de medição de peso nos postos de revenda de gás liquefeito de petróleo para uso doméstico.
      • Lei nº 9.478, de 06 de agosto de 1997 – dispõe sobre a política energética nacional, as atividades relativas ao monopólio do petróleo, institui o Conselho Nacional de Política Energética e a Agência Nacional do Petróleo – “Lei do Petróleo”.
      • Lei nº 9.847, de 26 de outubro de 1999 – dispõe sobre a fiscalização das atividades relativas ao abastecimento nacional de combustíveis, de que trata a Lei nº 9.478, de 06 de agosto de 1997, estabelece sanções administrativas e dá outras providências.
      • Portaria ANP nº 297, de 11 de novembro de 2003 – estabelece os requisitos necessários para a autorização para o exercício da atividade de revenda de gás liquefeito de petróleo (GLP) e a sua regulamentação.
      • Portaria CNP nº 395, de 29 de outubro de 1982 – cria o Mapa de Controle de Movimento Mensal de Recipientes de GLP, cheios, e estabelece normas para o seu preenchimento.
      • Portaria DNC nº 27, de 16 de setembro de 1996 – estabelece condições mínimas de segurança das instalações de armazenamento de recipientes transportáveis de GLP.
      A empresa autorizada como revendedora de GLP pode exercer outra atividade, como, por exemplo, revenda de combustíveis, mas na área física destinada ao armazenamento de recipientes transportáveis cheios de GLP não poderá ser estocado qualquer outro produto.
      O revendedor que comercializar recipiente transportável de mais de uma marca de distribuidor deverá armazená-los separadamente por marca.
      Observação – O Quadro de Aviso e o Painel de Preços devem obedecer a um padrão e deverão ter as seguintes características:
      • Dimensões mínimas de 50 cm de largura por 70 cm de altura;
      • Impressão eletrostática em vinil auto-adesivo, placa de polietileno de baixa densidade, chapa metálica pintada ou qualquer outro material a critério do revendedor, desde que seja garantida a qualidade das informações contidas no painel;
      • Cor de fundo a critério do revendedor;
      • Família tipográfica normal ou itálica, em negrito ou não, com altura e espaçamento compatíveis com as dimensões do painel de preços;
      • Distância mínima de 5 cm entre o texto e a borda do painel de preços.
      Segue abaixo a descrição do que é necessário para que o empreendedor desse segmento obtenha autorização da ANP – Agência Nacional de Petróleo -, para ser um revendedor de GLP:
      1º – Inicialmente visando obter a autorização da ANP, o interessado deve encaminhar os documentos, previstos na Portaria ANP nº 297/03, que podem ser enviados pelo Correio ou entregues diretamente na ANP. Sendo necessário apresentar os seguintes documentos:
      1. Requerimento – Pode ser encontrado no site da ANP (http://www.anp.gov.br/petro/revenda_glp.asp), e também pode ser solicitado, por telefone, através do Centro de Relações com o Consumidor – CRC – da ANP (0800 970 0267).
      2. Ficha Cadastral – Pode ser encontrada também no site da ANP ou solicitada através do CRC, cujo formulário deverá ser encaminhado devidamente preenchido e assinado com a firma do representante legal da empresa reconhecida em cartório.
      3. Comprovante de inscrição e de situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ – Referente ao estabelecimento, matriz ou filial, que pretenda exercer a atividade de revenda de GLP.
      4. Cópia autenticada do documento de inscrição estadual – Constando a razão social, o CNPJ e o endereço da empresa.
      5. Cópia autenticada do estatuto ou contrato social arquivado na Junta Comercial e, quando alterado, de sua mais recente consolidação – No estatuto ou no contrato social, deve estar previsto o exercício da atividade de revenda de GLP.
      6. Cópia autenticada do alvará de funcionamento, expedido por Prefeitura Municipal – Contemplando a atividade de revenda de GLP.
      7. Cópia autenticada do Certificado de Vistoria do Corpo de Bombeiros, que contemple a habilitação para a atividade de revenda de GLP, contendo a capacidade de armazenamento das instalações em quilogramas de GLP ou a classe de armazenamento, de acordo com a Portaria DNC nº 27/96.
      2º – Após o envio da documentação, a ANP realiza a análise de toda a referida documentação recebida e, para o candidato a revendedor que atendeu às exigências, será publicada no Diário Oficial da União – DOU a autorização para o exercício da atividade de revenda de GLP.
      3º – Nos casos em que a documentação, após análise pela ANP, for constatada que não atendeu integralmente às exigências, será enviado ofício com a descrição das pendências a serem sanadas.
      4º – O empreendedor para pleitear autorização para ser uma revenda de GLP deve proceder à construção das instalações necessárias, conforme previsto em legislação especifica citada acima, no entanto esse fato de já ter construído toda a estrutura não implica que já possa funcionar. O início das atividades da revenda somente poderá ocorrer após a autorização da ANP com a publicação no Diário Oficial da União.
      A construção do imóvel deverá seguir os procedimentos normais requeridos para as obras civis, atentando ao registro junto ao CREA, emissão da RT, indicação do Engenheiro responsável, bem como o responsável pelo projeto arquitetônico.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  64. tania maria nunes disse:

    gostaria de saber como abrir uma empresa de transporte para deficientes fisicos para levar buscar na residencia e para o tratamento tenho experiencia poistenho uma filha especial e ja conheço como lidar com pessoas especiais o que preciso fazer desde ja obrigada.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Tania Maria Nunes

      - Como legalizar a empresa (http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/20800DA3358E1442032571470043F66E/$File/NT000AFADA.pdf).

      Depois você precisa identificar os clientes na sua cidade que precisam deste serviço e que estão dispostos a pagar por eles. Converse com estas pessoas e veja quais as demandas, qual a frequência e o volume do uso destes serviços por mês, qual o melhor veículo e quais as adaptações e custos que serão necessárias em cada veículo? Qual empresa faz estas customizações na região? Quanto custa? Qual o prazo de entrega dos veículos?

      Sugerimos que você organize as suas idéias e dados pesquisados fazendo uso da estrutura do programa de orientação empresarial à distância – Negócio Certo (www.negociocerto.sebrae.com.br).

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  65. Leandro disse:

    Quero abrir um restaurante, quais os procedimentos que devo tomar? documentação…

  66. amanda disse:

    Tenho interesse em abrir um correspondente bancário, que presta serviços para outros bancos com emprestimos consignado sendo eu e mais duas socias.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Amanda

      - Correspondente bancário: http://www.dib.com.br/Dib%20CD/ABACO2006/Arquivos/Rabello.pdf

      Geralmente os bancos solicitam os mesmo documentos:

      - CONTRATO SOCIAL E TODAS MODIFICAÇÕES

      - CÓPIA DO CARTÃO DO CNPJ DA EMPRESA

      - CÓPIA CPF DOS SÓCIOS

      - COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA DOS SÓCIOS

      - COMPROVANTE DE ENDEREÇO DA EMPRESA

      - COMPROVANTE DE CONTA BANCÁRIA DA EMPRESA

      - ALGUMA FICHA ESPECÍFICA DO BANCO OU OUTRO ANEXO SOLICITADO PELO BANCO

      Parece uma lista de documentação simples, que seria solicitada em qualquer outro cadastro para abrir crédito ou algo parecido.

      Porém é importante destacar que nem o CNPJ da empresa nem os CPFs dos sócios podem ter qualquer restrição comercial, fiscal ou criminal.

      A empresa também precisa atender à RESOLUCAO 3.110 – Consolidação das Normas de Correspondente Bancário, que
      regula o exercício dos correspondentes bancários no Brasil.

      Veja também: http://www.artigonal.com/administracao-artigos/como-se-tornar-correspondente-bancario-2381049.html

      Procure a gerência dos bancos que já atuam na sua cidade e que você gostaria de representar na sua cidade. Navegue pelos portais de cada banco e veja quais são as orientações. Assim ficará mais fácil para escolher qual bandeira vai representar.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  67. Erika disse:

    Bom dia !

    Quero abrir uma loja de produtos descartáveis, qual alvará que preciso e como faço para abrir como pequena empresa ?
    Quero saber onde se encaixa, e qual faturamento para pode pagar o imposto único, acho que seja isso, uma taxa mensal.

    Grata

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Erika

      Como abrir uma empresa – http://www.becocomsaida.blog.br/2010/09/como-abrir-uma-empres/
      Esta é uma atividade econômica que está no Simples Nacional desde que você atenda aos requisitos da Lei. Qual o faturamento? Depende.
      Você precisa vender e vender bem todos os meses para cobrir todos os custos fixos (aluguel, telefone, funcionários, água, luz, IPTU,etc) e os variáveis, tirar o seu pró-labore, pagar os impostos e ainda te deixar com lucro.

      Para que você possa entender sugerimos que se matricule no curso on line, gratuito – Iniciando um pequeno negócio (http://educacao.sebrae.com.br)

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  68. Reginaldo disse:

    Olá, gostaria de saber que aprovação regulamentar governamental é necessário para que uma empresa que preste serviço de entrega de bebidas alcoolicas funcione.

  69. ezequiel disse:

    olá gostaria de informações a respeito de como abrir uma microempresa de cursos de capacitação na área da saúde, sou enfermeiro ainda sem especialização. obrigado!

  70. Adriana Costa disse:

    Olá, conheci o site através de um artigo do Sebrae, tenho interesse em agenciar cuidadores de idosos e portadores de deficiência.
    Li vários artingos, mas fiquei completamente perdida.
    A empresa referida ao ser procurada somente selecionará (através de um processo rígido obviamente) e posteriormente enviará o cuidador para a residência do idoso ou portador de deficiência, preciso saber se existe uma regulamentação a esse respeito.
    Desde já agradeço

  71. Gostaria de abrir e publicar e fazer marhting da minha empresa como faco.

    Abraco.

    • Beco com Saída disse:

      Prezado Claudinei Antonio de Souza

      Como abrir uma empresa (http://www.becocomsaida.blog.br/2010/09/como-abrir-uma-empres/). Antes de abrir é preciso que você pense no modelo de negócios – aquilo que vai te diferenciar no mercado ou entre os concorrentes que porventura já atuem no setor.

      Sugerimos que você se matricule no curso on line, gratuito – Iniciando um pequeno negócio (htpp://educacao.sebrae.com.br) para organizar melhor as suas idéias e ainda aprender conceitos e técnicas de planejamento para criar o seu futuro negócio.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  72. Preciso urgente abrir uma empresa de construção civil, eletrica, hidraulica,
    quais os orgãos para dar entrada nos papeis. voce poderia me informar tipo – passo a passo

  73. Ligia disse:

    Ola gostaria de saber como proceder para abrir um escritorio de agronomia, quais seriam os procedimentos a serem tomados
    desde de ja agradeço

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Ligia

      Os procedimentos para abertura de um escritório de agronomia estão no post. Inclusive com a observação de que terá que ter autorização do CREA para funcionar, por exemplo como consultora.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  74. Gil disse:

    Quero abrir uma empresa de transportes logistica ja tenhoa aempresa q vou prestar seviço so nao sei o quanto cobrra . como vejo valores????

  75. cira gomes disse:

    registro de empresa simpres

  76. Rafael Oliveira disse:

    Olá, gostaria de saber quais os passos para abrir uma empresa de cosméticos? Desde já agradeço.

    • Beco com Saída disse:

      Prezada Rafael Oliveira

      Que tipo de empresa de cosméticos: fábrica ou loja? Pois os procedimentos além da infra-estrutura são diferentes.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  77. Ana disse:

    Gostaria de saber o q devo fazer para abrir uma loja virtual de produtos e´roticos, o q posso vender e como devo proceder….

  78. RENATA disse:

    gostaria de saber se posso abrir uma loja de moda praia, pois sou funcionária pública, e sei que o servidor público não pode ser proprietário não é?

    Pois então, gostaria muito de me informar quanto a isso sempre tive vontade de ter uma loja, mas não sei por onde começar.

    obrigada.

    • becocomsaida disse:

      Prezada Renata

      Antes de qualquer coisa você deve procurar o RH da instituição pública que você trabalha e ter domínio sobre as regras que regem o seu contrato de trabalho. Se for, por exemplo, em regime de exclusividade tem regras próprias, se for CLT tem outro tipo de regra. Quais são as regras do seu contrato?

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  79. Sueli disse:

    Gostaria de abrir uma empresa de transporte particular, como proceder?

    • becocomsaida disse:

      Prezada Sueli

      Que tipo de transporte particular pensa em oferecer?

      Os passos básicos para se abrir uma empresa estão descritos no post.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  80. Verusca disse:

    Boa Tarde!

    Gostaria de abrir pequena empresa no ramo de vigilância, portaria, limpeza e conservação. Quais documentos necessários?

    Muito Obrigada!

  81. DENISE MACIEL disse:

    Boa tarde.

    gostaria de saber se posso montar um escritório de cobranças para trabalhar para as empresas, visto que sou estudante de direito do 6° período e tenho uma escola de educação infantil.

    Grta Denise.

    TEL: 8200-8226 OU 3116-1136

  82. Janaima disse:

    tambem quero saber como o meu marido faz isso para mim?

    • Beco Com Saíd disse:

      Prezada Janaima

      O passo-a-passo para abrir a empresa está descrito no post. Lembramos apenas que no seu caso, o seus temperos deverão ter a assinatura de um engenheiro químico que se responsabilize pela "receita" e pela quantidade de cada ingrediente utilizado por tempero.

      Para abrir a sua empresa de forma legal você vai precisar de ajuda de um contador da sua confiança.

      Quanto "a viver numa boa", sinto em te dizer: mas não existe empreendedorismo sem muito, muito trabalho, sem conhecimento do setor, de conceitos e técnicas de gestão, do negócio, do mercado, de logística, de tecnologia,suor, lágrimas e algumas noites sem dormir para fazer qualquer empreendimento dar certo.

      Sucesso
      Beco com Saída
      Vivianne Vilela

  83. Janaima disse:

    quero abrir um comercio de tempero e so viver numa boa

  84. milton disse:

    1º tens que fazer um estudo de mercado- para veres se a populaçao esta interessada em bijoteria
    2º procurar o sitio edial
    3º siimulares as contas etc….

  85. celso moreira disse:

    gostaria de saber o que é preciso para abrir um stand de automóveis obrigada

  86. Laécio Silva disse:

    Boa noite, Gostaria de saber oque faço p´abrir um pequeno mercadinho, de quanto prciso de cara Inicialmente abriria com o básico tudo perecível arroz ,feijão,leite de caixa e etc..
    Gostaria de uma ajuda.

  87. Ricardo r da concei& disse:

    Boa noite, Gostaria de saber oque faço p´abrir um pequeno mercadinho, de quanto prciso de cara Inicialmente abriria com o básico tudo perecível arroz ,feijão,leite de caixa e etc..
    Gostaria de uma ajuda.
    Há já estou proucurando um ponto legal mais acredito que coisas desse tipo funciona bem em qualquer area obrigado e boa noite.

    • Beco Com Saíd disse:

      Olá Ricardo, tudo bom.

      Para que seja viável o negócio, é preciso que existam consumidores com a necessidade de comprar as mercadorias e/ou serviços que pretende oferecer. Entretanto, será essencial que o volume de vendas mensais seja suficiente para pagar todas as despesas / custos e deixar LUCRO.
      Portanto, todos os meses as vendas devem ser maiores que as despesas. É preciso que faça uma estimativa das despesas que vai assumir, como por exemplo: aluguel, salários, encargos sociais, telefone, energia elétrica, água, pró-labore, honorários do contador, impostos etc.
      Recomendo que faça pesquisa junto aos fornecedores.

      Procure e encontre respostas para estas questões, que se respondidas sinalizam grandes chances de sucesso para o investimento, são elas:
      - o que será feito em sua empresa, seja ela qual for para atrair clientes, na prática, isso é fazer com que eles venham fazer compras em sua empresa.
      - qual o preço de venda que compense e que torne sua empresa, seja ela qual for, mais competitiva. Entenda mais competitividade em preços de venda quando o valor do preço encontrado em cálculos em sua empresa for inferior a preço praticado pelos seus concorrentes diretos.
      - qual a quantidade ideal de vendas para que consiga atingir o lucro planejado para a rentabilização do capital investido, na prática, isso é a itenção de retorno do capital investido.
      - como sua empresa funcionará, organização e sistematização, ao ponto até de pensar isso imaginando que você não estará o tempo todo presente. Isso é ter um empreendiemento que possa funcionar ainda que sem a presença constante do(s) “dono(s)”.
      - e o que será sempre realizado para que não tenha desperdício, ou melhor, que o desperdício seja igual a zero. Lembre que tudo na empresa, mas tudo mesmo, representa custo/gasto, o prédio, as pessoas, o capital, os equipamentos, e outros, então quanto mais e melhor estiverem sem utilizados menor ou mais próximo de zero estará sendo o desperdício.
      O empreendimento sobre o qual você conseguir mais respostas e caminhos para estas questões certamente é aquele que apresenta mais proximidade com o domínio.

      Mais informações:
      a) http://www.sebraesp.com.br/midiateca/publicacoes/
      b) (http://becocomsaidasebrae.wordpress.com/2009/01/14/nao-abra-antes-de-responder/
      c) (http://becocomsaidasebrae.wordpress.com/2008/11/08/quais-os-passos-para-a-elaboracao-de-um-plano-de-negocios/)
      d) http://www.sebraesp.com.br/midiateca/publicacoes/
      e) http://www.sebraesp.com.br/midiateca/publicacoes/

      Se inscreva nos cursos on line do Sebrae para aprender mais sobre o processo de gestão de pequenos negócios (http://educacao.sebrae.com.br) ou se tiver disponibilidade de tempo sugiro que se inscreva no Programa Próprio na unidade mais próxima (0800-570-0800) para que possa ter orientação empresarial contínua no processo de criação do plano de negócios antes de abrir o seu minimercado.

      Sucesso!

      Vivianne Vilela
      Beco com Saída.

  88. Lucieuda,
    Se você faz a análise de mercado, você precisa verificar o local onde vai ser instalado o empreendimento e se a empresa vai ser em sociedade ou individual para orientarmos os detalhes do processo legal da abertura do empreendimento.
    Conceição Moraes

  89. OI Paloma e Lucieuda,
    O primeiro passo é realizar a pesquisa de mercado quanto a dinâmica da atividade, potenciais clientes que você pretende atender e quais serão seus fornecedores!
    Depois que vem a análise financeira e a definição jurídica da empresa e seu processo de registro…
    Conceição Moraes

  90. Lucieuda Bezerra disse:

    Quanto a parte burocrática,o que é preciso?

  91. paloma martins disse:

    quero ajuda para abrir minha lojinha de bijoterias e acessorios

Trackbacks/Pingbacks

  1. Promessa para 2011: abrir o próprio negócio | Mundo Sebrae - [...] na sua lista de promessas constar: “montar o próprio negócio”, eis aqui algumas dicas que poderão lhe dar um …
  2. Passos iniciais: antes de abrir um negócio | BECO COM SAÍDA - [...] Abrir uma empresa, explorar o mercado oferecendo para este um produto ou serviço é um grande mistério. Muitos tentam, …