Regras de segurança: você sabe a importância dos EPIs?

Por Bruna Rodrigues

Trabalhar com maquinários pesados, em locais altos ou mesmo subterrâneos exige artefatos que visam a proteção e total segurança do profissional. Em uma construção civil, por exemplo, o capacete é essencial, além de cordas, mosquetões, botas e, dependendo do caso, até roupas específicas. Estão incluídos nestes itens, ainda luvas, aventais, proteções contra quedas, olhos e pés.

Presentes em muitos locais de trabalho, os riscos são os principais inimigos da segurança. No entanto, se controlados de acordo com a situação específica, podem ser diminuídos e até erradicados. A prevenção é o melhor caminho para que nenhum dano aconteça ao trabalhador.

Equipamentos de segurança

Entretanto, ter o ambiente preparado e criar condições para que o trabalhador exerça suas funções em segurança é papel da empresa. Meio caminho está andado se a companhia se preocupar, por exemplo, com a aquisição dos chamados EPIs(Equipamento de Proteção Individual).

Para que serve?

Um EPI é necessário para reduzir o contato do trabalhador com agentes físicos, químicos ou biológicos. Geralmente, estes equipamentos não são os únicos responsáveis pela segurança. Situações emergenciais, atividades como manutenção, limpeza e reparo são as ideais para o uso destes equipamentos.

Entretanto, o uso dos EPIs é apenas uma das partes da segurança do colaborador.

Afinal a empresa deve ter um programa completo de segurança que envolva estratégias para que o ambiente seja realmente seguro. Eles não são a fonte salvadora e eliminadora de riscos. Os riscos devem estar totalmente dentro do controle, incluindo as etapas de preparo para que o trabalho seja realizado, proteção adequada, com o máximo de segurança envolvidos.

Alguns trabalhadores ignoram o uso dos EPIs por não sentirem conforto e confiança na realização da tarefa. É aí que entra o treinamento adequado para o uso destes equipamentos.

Além disso, bem com a empresa é a responsável pelo fornecimento dos EPIs adequados, o trabalhador deve se preocupar em conservar seus equipamentos e exigir que estes estejam em perfeitas condições. Portanto, se algo não estiver correto, pela sua própria segurança, o supervisor deve ser comunicado. Lembre-se: EPI em conformidade; risco de lesões minimizados.

 

You may also like...

2 Responses

  1. Parabéns ótimo blog”….que tipo de empresa devo abrir para importação;pois trabalho com um produto exclusivo no Brasil,mais o capital de investimento e pequeno mais quero legalizar para futuramente aumentar;o que devo fazer para importar com segurança que empresa devo abrir? obrigado.

  2. Carmilton disse:

    Olá Adorei o site.. muito instrutivo, estou com um dilema , estou comprando 2 Farmácias de Manipulação , onde minha esposa trabalhou por 18 anos, as proprietárias não tem condições de fazer o acerto trabalhista e Fgts,e estão propondo que ela fique com as farmácias junto com outra Farmacêutica, a pergunta é o custo das 2 farmácias . R$800.000.00 em regra geral qual prazo médio para recuperar esse investimento,o faturamento atual 125.000,00 , num negocio desse porte qual seria o lucro aceitável, para equilibrar investimento/ faturamento.